Notícia

INPI apresenta primeiro balanço das patentes verdes na Rio+20

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Escrito por CGCOM Seg, 18 de Junho de 2012

Com dois meses após sua implementação, o projeto das patentes verdes tem 30 pedidos e, entre os já processados, a maioria é de São Paulo (43%) e está relacionada à produção de energias alternativas ou gerenciamento de resíduos. O projeto, com seu primeiro balanço, foi apresentado ao público durante o evento da Rio+20. 

O objetivo do projeto, que receberá solicitações até abril de 2013, é acelerar o exame de pedidos de patentes que contribuam para combater as mudanças climáticas. Tais solicitações serão examinadas em menos de dois anos. Nesta descrição, se encaixam perfeitamente os primeiros pedidos já cadastrados e pagos, que se referem às energias limpas (solar e eólica) ou ao gerenciamento dos resíduos (no caso, lixo e esgoto). 

Nesta primeira etapa, 53% dos requerentes são empresas ou instituições públicas, enquanto os inventores particulares somam 47%. Além de São Paulo, com 43%, outros cinco estados possuem pedidos: Minas Gerais, com 26%; Distrito Federal, com 16%; Rio Grande do Sul, Paraná e Tocantins (5% cada).

Saiba mais em: http://www.inpi.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1183:inpi-apresenta-primeiro-balanco-das-patentes-verdes-na-rio20&catid=50:slideshow&Itemid=146

Nossas
Especialidades

Veja nossas principais áreas de atuação